imagens

sábado, 30 de janeiro de 2016

Os Bem Aventurados!


Ouvir assalariados só revela que  o tempo passa e as coisas seguem a  Primeira Lei de Newton  ,quando se trata de dinheiro.

Quando eu era jovem, eu gostaria de ter acesso as informações e conhecimentos sobre finanças, tão abundantes atualmente,ou pelo menos um mentor que pudesse me orientar.

Não obstante esta abundancia, as pessoas parecem

sábado, 23 de janeiro de 2016

Missiva 2

Missiva II

Antônio Silva


Para: Voinha - Arcoverde - PE

De : Corrinha : São Paulo - SP.


São Paulo - Maio 1958




Oi vó,


Em primero lugar eu peço a  sua bença para nós aqui.

Todus manda lembransa, pai, mãe, Nego, todus.

Nego arrumo namorada, trabalha na obra mais Pai  e qué si casá logo.

Já compro um carro velho mais dá pra andá. Ainda não qué aprende a le e iscreve qui nem eu.

Nois não mora mais na casa alugada da Dona Mercedes que tava caro.

Nóis mora na obra onde Pai mais Nego trabalha. Mãe trabalha para a dona da obra na outra casa pequena dela.

Também é apertado mas nós num paga aluguel e ganha compra do mes mais o salario do pai.

To trabalhando em casa de família.

Vó, conheci o Nandinho que é a coisa mais fofa que eu já vi e to paixonada por ele e ele por mim.

Ele trabalha também na obra do pai. Ele é eletrecista. 

Vó, ele é elétrico mesmu! ririri!Mas eu falu que só dispois que a gente casá. ririri!

Nois vai namora uns tempo e loga casa pra mó de nois busca a sinhora.

A sua bensa e beijo da Corrinha qui ti ama.



Missiva 1

Missiva I



Para : Voínha - Arcoverde - PE
De : Corrinha - São Paulo - SP

São Paulo, abril 1958

Oi vó,

Em primero lugar eu pessu a sua bensa.

Cheguemo tras-onte-onte. Aqui é muito grande. Todo mundo véve correno. Chega té assustá. Mas é muinto bunito.

Nóis já conseguiu uma casa alugada apertada,  mas eu tenho meu cantinho para escreve prá sinhora minha vó.

Pai mais mãe já tão de trabalho arrumado.

Tudo isto nos conseguimo graças a Nosso Sinhor Pai e a Virge Maria e a Dona Mercedes e o marido dela.

Eu também vo atrais de trabaio para ajudar nas compra e pagá o alugéu que é caro.

Todus  estaum cum sodadis, pai, mãe, Nêgo, todus. Todus manda lembransas.

Pai  pede pra Sinhora  gardá bem gardado e ispingarda  dele de caçá.
To muinto feliz vó, mas to triste tumem de sodadis que té chorei sem ninguem vê.
Queria que a sinhora tivesse aqui para me dá bensa todo dia.
Depois que eu arranjá marido eu mando buscá a sinhora.

A sua bensa e beijo da sua neta que ti ama.

Corrinha.


Meus primeiros textos

Resultado de imagem para escrevendo textos




Na década de 90 eu trabalhei como contato de publicidade no Jornal Primeira Mão.


Algum tempo depois, criei meu próprio jornal de anúncios, na cidade de Osasco-SP, o "Mídia Classificados". Era um jornal mensal de início. Durou apenas quatro meses, faltava-me experiencia e vivencia em gerenciar um negócio. Faz foo um excelente aprendizado.
Um dessas experiencias foi escrever o editorial do jornal, os quais eram muito bem comentados na época, que muito me motivava.

Reproduzo aqui alguns que forma publicados no jornal e outros textos, como exercício de escrita.

Os textos refletem a conjuntura econômica e social da época.
Espero que gostem.

Editorial do Jornal
1- Entrelinhas
2- Deitado eternamente
3-Deus sabe dividir
4- Mezzo Calabresa , Mezzo Muzarela

Outros primeiros textos:
1- Missiva 1
2- Missiva 2
3- Casas Quadradas
4- Cidade Laboriosa
5- Garimpando Talentos
6- Negociando com o Perigo
7- Os céus e a terra
8- O Alcoólatra Inveterado
9- Segurança
10- Transparência
11- Vim antes de ti - Letra de música

MEZZO MOZZARELLA, MEZZO CALABRESA

                                   



  
Meio mussarela e meio calabresa e uma pet gelada, sábado à noite.
Lá vai um cidadão comemorar com a família, o dinheiro que ganhou em mais um bico.

Em meio às demissões em massa que assola o país , o comércio se retrai tanto a ponto de esconder-se de seus próprios clientes e conseqüentemente, de outros em potencial.

As alegações são múltiplas, mas as principais são: taxa de juros altas; ninguém está comprando coisa alguma; “ta” todo mundo quebrando,..., dentre outras.

É óbvio que o governo tem muito a ver com isso, contudo, desde que atuo em vendas (saudades dos anos 80) os comerciantes dizem isto!

Há que se notar que, um comerciante quase nunca está só no mercado e que, se ele não está vendendo, alguém está: seu concorrente.

É mister que o comércio amplie sua visão, pois todos somos vendedores. E a venda se dá quando atende necessidades.
Enquanto houver necessidades, haverá  produtos, lojas e clientes.

E desempregados também fura sapatos e meias, toma sorvete e refrigerante. Lê jornais, anda de trem e metrô ,telefona , arruma bicos e até compra pizzas no fim de semana.

Portanto, se sua loja não atender as necessidades deles...!!!
A propósito , me vê uma de Quatro Queijos. Grande!!!!




Comentários:

Seguindo a temática econômica durante aquela crise, tento mostrar que as pessoas consomem em qualquer tempo e circunstancia, a frequência pode ser menor, mas ainda consomem. E sempre haverá alguém para atender a demanda. Isto vale para os dias de hoje e sempre.
Então, penso que, um modo de enfrentar qualquer crise economia é empreender, vender e principalmente atender necessidades, de acordo com as novas demandas e as básicas.

Deus Sabe Dividir?

“Deus Sabe Dividir?” *

Antônio Silva




Julieta de Godoy Ladeira lançou esta dúvida em “Lobo-do-Mar no Supermercado”.**
Ainda há alguns que depositam a culpa de seus males e miséria do mundo em seus deuses ou até no próprio Deus verdadeiro.
Até nas partidas de futebol, quando se faz um gol, foi porque Deus quis; se perdeu a partida, foi porque Deus não quis.
Não sou ateu. Tenho minha fé. Contudo, o homem tem que se responsabilizar por seus atos e pensamentos e, a outra parcela, da qual não tem influência, está nas mãos de seus deuses, conforme acreditam.
Se há falta de melhor distribuição de renda ou divisão de ganhos é melhor alguém começar a fazer isso ou nunca acontecerá.
E um começo é baixando os preços e diminuindo os percentuais de lucro.
Utopia?
Você Decide!
Feliz Natal.


 *Texto publicado em 17 de dezembro de 1998, no Editorial do Jornal Mídia Classificados.



** “Lobo-do-Mar no Supermercado”. São Paulo, Scipione.1988.p.22-23.Série Diálogo.


Meus Primeiros Textos

Deitado Eternamente



Este seria o tema deste mês. 
Mas por ora estou enfadado com assuntos econômicos.
Tentar acordar ou tirar as vendas dos olhos das pessoas que só “esperam as coisas melhorarem” as vezes cansa!
Que esperem em seus leitos! Quando acordarem, terão a triste decepção de não lhe restarem alternativa, senão continuarem dormindo!



Abordarei outro assunto: A amor.
Em um livro muito lido; e lido por muitos, lê-se algo assim:
“... E o amor dos homens esfriará naqueles dias...”
O amor esfriou.
E quem sofre com isso são as pessoas puras de coração (pessoas de qualquer crença ou religião, mas que são sinceras e honestas em seu viver). As pessoas mansas.

Se você se considera como tal, sabe do que estou falando.
Atualmente, sorrir é sinônimo de chacotas ou “segundas intenções”.
Dizer gentilezas é confundido com assédio sexual.
Pedir perdão é ofensivo.

Enquanto isso, na TV, corpos, sexo e “tchans” são bem vindos.
Crianças bebendo, fumando e falando palavrões é coisa de : “meu filho é macho!”

Bem, cada um com seus valores!
Será que as pessoas puras de coração terão que esconder seus valores e sua espontaneidade?
Caso isso aconteça, tenha cuidado com sua vida, pois o mundo estará em perigo de extinção!

No entanto, se você encontrar alguém, receber um sorriso e ouvir palavras gentis, não se escandalize! Isso é um bom sinal!
É alguém que se lembrou de vestir um agasalho no amor!



* Texto publicado em fevereiro de 1999 no Editorial/Jornal Mídia Classificados.


Comentários
Em tempos de crise, as pessoas e muitos empresários tende a retração e nada fazem além de esperar a crise passar, como se processo para isso também depende de cada um.
Então, tem que esperar deitado. O resultado para muito deles foram portas fechadas para que outro com mais tenacidade tomasse o lugar deixado.

No caso do amor, acho que algumas coisas mudaram um pouco, talvez. Ou não?

Entrelinhas


As empresas vivem de resultados.
E o departamento que mede estes resultados, ou melhor, que é o termômetro da empresa, é o Departamento Comercial.

Sob a supervisão de um gerente, os representantes comerciais têm de colher os resultados de seu trabalho ou procurar outro ramo de atividade.
É pressão constante. Pura adrenalina!!

Mas a rapidez com que trarão resultados será diretamente proporcional ao respaldo, assistência e respeito que a gerência lhes dedicar.

Raros são os que conseguem trabalhar sem estes elementos.
Estes, são alvos de empresas melhores e de melhores salários.  Tanto pior para a empresa que não valorizam seus profissionais de vendas.

Há gerentes que não observam certos detalhes de um trabalho bem feito, visíveis  através de um contrato; por estarem extasiados pelo brilho do seu cargo.

No contrato há três elementos básicos e comuns que podem revelar o trabalho do representante:

1- Valor:
O valor, demonstra que o representante está devolvendo à empresa o que nele foi investido.

2- Assinatura do cliente:
A assinatura do cliente mostra que todas as etapas da venda levaram ao  objetivo final e, também, que o cliente avalizou o trabalho realizado pelo representante.(E os clientes atuais estão muito mais atentos e informados).

3- Nome e assinatura do representante de vendas:
O nome do representante mostra que vendeu a imagem e ou benefício da empresa  tal como ele mesmo comprou.
Significa também que esteve trabalhando duro até atingir seu objetivo.

Portanto, antes de menosprezar o trabalho de um representante, os gerentes "estrelas" deveriam observar o que dizem as entrelinhas do contrato que os membros de sua equipe trazem. Afinal, partes de seus salários estão lá!!


Antônio Silva

Editor Jornal Mídia Classificados

Comentários:
Escrevi este texto porque havia uma determinada equipe de vendas em uma empresa na época, onde trabalhei, cujo supervisor em nada valorizava o trabalho de seus vendedores. Logo saí da empresa e em seguida outros vendedores saíram. O tal supervisor ainda ficou por lá, mas depois soube que fora despedido por incompetência mesmo.
Infelizmente muitas empresam demoram para perceber a capacidade e valor de seus colaboradores. Parecem que priorizam e dão valor à incompetência e à mediocridade, com olhos apenas em números e ou regras e protocolos.
Não se importam que a alta rotatividade seja um péssimo indicador como pior empresa para se trabalhar. Muito me admira que algumas delas ainda sobrevivam no mercado.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Quer trocar sua TV?

Quem é do tempo de Copas passadas, vai se lembrar dos técnicos Lazaroni, Telê Santana e mesmo o Parreira, fazendo comercial da Mitsubishi, que tinham, segundo o comercial, garantia até a próxima copa.



Estas eram o que tinham de melhor na época!


Então você quer trocar de geladeira e ter aquela hiper mega tv na sala? Mas não tem o dinheiro para pagar à vista, né? Igualzinho a maioria, não é mesmo?

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Saia do seu emprego e trabalhe!

Se você não está satisfeito com seu trabalho ou emprego...



Abre parênteses
Aliás, há uma grande diferença entre emprego e trabalho. Muitos acham que é a mesma coisa, mas não é!
Emprego, em minha definição é a vaga que você assume. Uma vez que você assumiu a vaga, está em contrato com a empresa que o admitiu. Vaga assumida, emprego conseguido. A partir daí o que se tem é o trabalho, em cuja função você executará. E este trabalho será executado de acordo com sua especialidade e capacidade de exercê-lo.
Uma vez na empresa, todo fichado bonitinho, você deverá então executar as tarefas, na função para o qual foi contratado, ou seja, vai trabalhar.
Fecha parênteses.

Dito isto, quando você manifesta insatisfação , você está insatisfeito com seu trabalho ou está insatisfeito com o emprego?

Se estiver insatisfeito com o trabalho em si mesmo, então está insatisfeito com a execução de suas tarefas. Se for o emprego, então deve estar insatisfeito com função que exerce relacionado com a sua capacitação, sua profissão e também com o comportamento organizacional da empresa e todos seus aspectos.

É perfeitamente normal
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Buscador de Vagas

Empregos por Careerjet